, , , , , , ,

Punção Aspirativa com Agulha Fina define a malignidade dos nódulos da tireoide

O exame de Punção Aspirativa com Agulha Fina – PAAF  é um exame fundamental para definir a conduta dos nódulos suspeitos no exame de ultrassom. Hoje temos critérios muito bem estabelecidos no ultrassom para definir quais nódulos devem ser puncionados (classificação de TI-RADS).

Quando a punção é realizada, utilizamos a Classificação de Bethesda, que estratifica a chance de malignidade do nódulo (da a porcentagem de malignidade). É fundamental que se realize a PAAF para indicar a cirurgia por suspeita de malignidade.

, , , , , , ,

Sejam bem-vindos ao Blog Dr. Erivelto Volpi!

Nesse espaço, teremos as mais recentes informações sobre tratamento dos diferentes distúrbios da tireoide!Além de pequenos artigos assinados pelo Dr. Erivelto Volpi, vídeos, matérias de participação em evento e muito mais..

Fique conosco!

, , , ,

Câncer de cabeça e pescoço é o 2º mais frequente em homens no país e uma das causas é o HPV

O segundo tipo de câncer mais frequente entre os homens com idade entre 40 e 69 anos é o de cabeça e pescoço. De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer – INCA – foram registrados cerca de 17,5 mil casos novos no ano passado, e a tendência é aumentar. Esse tipo de câncer só perde para o de próstata que acomete mais 60 mil homens todos os anos.
As principais causas para o aparecimento dos carcinomas é a combinação do cigarro com álcool. Porém nos últimos anos um novo agente tem sido responsável pelo aparecimento de câncer nessa região: o papilomavírus humano, o HPV.

Leia mais

Incidência do Câncer da Tireoide aumenta 1% ao ano

A progressão da incidência do câncer da tireoide, cerca de 1% ao ano, tem chamado a atenção dos especialistas. Esse aumento deve-se, também, ao fato do maior acesso ao diagnóstico devido ao uso do ultrassom da tireoide, que permite a detecção de pequenos nódulos, que não poderiam ser diagnosticados no passado. Sendo assim, o perfil do paciente mudou.

No passado, os pacientes eram diagnosticados quando os nódulos já eram grandes e palpáveis. Hoje, cerca de 40% dos tumores identificados são pequenos, visíveis por meio do exame de ultrassom, o que aumenta muito a chance de cura. Porém, mais da metade dos pacientes com câncer da tireoide recebe o diagnóstico já em estágio avançado, porque, muitas vezes, os sintomas acabam passando despercebidos ou confundidos com outros problemas de saúde. A investigação precoce de um nódulo maligno pode ser decisiva na vida do paciente, porque quando tratado no início, o câncer da tireoide tem ótimas chances de cura e evita que as células cancerígenas se espalhem para outras partes do organismo.

Leia mais